Carla Araujo/Estadão
Carla Araujo/Estadão

Temer e ministros são notificados de leitura do parecer da denúncia

Documento foi levado ao Planalto por Fernando Giacobo (PR-PR), primeiro secretário da Câmara; na saída, ele deputado disse que espera que esse 'capítulo' seja encerrado na quarta

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2017 | 16h19

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha  (Casa civil) e Moreira Franco (Secretaria-geral da presidência) foram notificados na tarde desta terça-feira, 24, da leitura do parecer da denúncia por obstrução de justiça e organização criminosa. 

+ Aliados dizem que quem votar contra Temer amanhã será tratado como oposição

O documento foi trazido ao Palácio do Planalto pelo deputado Fernando Giacobo (PR-PR), que é primeiro-secretário da Câmara. Giacobo veio ao Planalto assim que a segunda secretária da Casa, Mariana Carvalho (PSDB-RO), leu o parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) que pede o arquivamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Giacobo  teve que aguardar a chegada do sub-Chefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Gustavo do vale Rocha, que assinou a documentação. A do ministro Moreira foi assinada às 15h30, a de Temer e Padilha, às 15h31 e 15h32 respectivamente. 

Paulo Bauer: Aécio permanece como presidente licenciado até nova eleição

Na saída, Giacobo afirmou que o texto informa que o parecer votado na CCJ deve ser apreciado amanhã no Plenário da Câmara a partir das 9 horas.  O deputado disse acreditar que haverá quórum na casa para iniciar a votação e que “se Deus quiser” esse capítulo será encerrado amanhã. “Espero que essa seja última (vez que vem notificar o presidente) e que se passe esse capítulo para que a gente possa colocar o Brasil pra frente”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.