Temer e Mendes Ribeiro irão ao enterro de Micheletto

O vice-presidente Michel Temer e o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, embarcam às 9 horas de amanhã para Assis Chateaubriand (PR), onde participam das últimas homenagens ao deputado Moacir Micheletto (PMDB/PR), que faleceu hoje à tarde em um acidente na rodovia PR-239. O corpo do parlamentar será velado até as 17h de manhã no salão paroquial Nossa Senhora do Carmo, em Assis Chateaubriand, e o sepultamento ocorrerá às 17h30, em Toledo.

VENILSON FERREIRA, Agência Estado

30 de janeiro de 2012 | 20h25

O ministro Mendes Ribeiro afirmou que o deputado Micheletto, seu colega de parlamento, sempre foi uma referência para a agricultura. Na opinião do ministro, os avanços na legislação do Código Florestal se devem em grande parte a Moacir Micheletto. "Perde o Paraná. Perde o Brasil e a agricultura nacional", disse o ministro.

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Moreira Mendes (PSD/RO), afirmou que o Congresso brasileiro "perde um grande parlamentar". Ele lembrou que Micheletto, como presidente da comissão especial para a reforma do Código Florestal, acompanhou o relator Aldo Rebelo (PCdoB/SP) nos debates realizados em vários estados brasileiros. O deputado era um defensor do cooperativismo e da agricultura que atuava com conhecimento de causa, disse Moreira Mendes.

Nascido em Xanxerê (SC), em 1942, e formado agronomia pela Universidade Passo Fundo RS, em 1972, Micheletto se mudou para o oeste do Paraná em 1968, se instalando em Toledo. Ele deixa a esposa Diolinda Salete e três filhos. Filiado ao PMDB desde 1982, exercia o sexto mandado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.