Temer diz que não há acordo institucional entre PT e PMDB

O presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), afirmou hoje que seu partido não entrou no governo. "Não há acordo firmado do PMDB com o governo do PT", afirmou Temer. Segundo ele, o que houve ontem à noite, com mais uma visita do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, ao líder do partido no Senado, Renan Calheiros (AL), foi uma conversa para tentar o apoio do PMDB às reformas e, se possível, integrar a legenda na base de sustentação do governo. ?Mas acordo institucional não há", insistiu. Temer lembrou que, concretamente, de oficial, o que há é a nota assinada por ele e pelos quatro governadores do partido (PE, PR, SC, RS), em apoio às reformas tributária e previdenciária e à política econômica do governo petista. Destacou ainda que a integração do partido ao governo só poderá ocorrer mediante a aprovação pelas instâncias partidárias. "E nem sequer a executiva nacional foi ouvida sobre este assunto".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.