Temer diz que aprovação da meta 'foi uma bela vitória'

Presidente em exercício acompanhou votação na madrugada e comentou rapidamente o primeiro teste de seu governo

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2016 | 11h41

BRASÍLIA - O presidente em exercício, Michel Temer, comentou há pouco rapidamente a aprovação da alteração da meta fiscal. "Eu falo com vocês depois, porque ficamos assistindo até as 4h30. Foi uma bela vitória", disse Temer, após participar de cerimônia de entrega das cartas credenciais de embaixadores. 

Em votação simbólica, o Congresso Nacional aprovou na madrugada desta quarta-feira, 25, a alteração da meta fiscal que permite um déficit de R$ 170,5 bilhões nas contas do governo central ao final de 2016. Com mais de 16 horas de votação, os deputados e senadores votaram ainda 24 vetos presidenciais que trancavam a pauta.

A meta fiscal aprovada nesta madrugada ainda será sancionada pelo presidente em exercício. A sessão foi marcada pelas tentativas da oposição de obstruir a votação.

 

Ontem, em fala aos lideres da base aliada no Planalto, o presidente em exercício disse que a aprovação da meta é o primeiro teste para o governo e para o Legislativo. "É interessante que se não fosse o clima ainda existente do País não seria de uma gravidade absoluta a eventual transferência da votação de hoje para amanhã, mas é que as coisas estão postas de uma maneira que todos querem testar as instituições nacionais", disse.

Mais conteúdo sobre:
Michel TemerCongresso Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.