Temer defende Chalita das acusações de corrupção

O vice-presidente Michel Temer defendeu o deputado e companheiro de partido Gabriel Chalita (PMDB-SP), investigado pelo Ministério Público de São Paulo por suspeita de corrupção e enriquecimento ilícito. "São (acusações) injustas. Conheço bem o Chalita, um homem de ética inatacável, tenho certeza que vai prestar todos os esclarecimentos necessários e ao final vai se sair vitorioso dessas incriminações, que são feitas por uma única pessoa. Isso é fruto de disputas políticas. Tenho plena confiança nele", afirmou Temer, que esteve no Rio para ministrar uma aula magna na Fundação Getúlio Vargas.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

07 de março de 2013 | 16h17

O deputado foi denunciado pelo analista de sistemas Roberto Grobman, que diz ter sido assessor informal de Chalita na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, ocupada pelo parlamentar entre 2002 e 2006. Grobman acusa Chalita de ter recebido propina de empresários interessados em firmar contratos com a secretaria. Chalita nega as acusações e diz que prestará todas as informações para provar sua inocência.

Tudo o que sabemos sobre:
ChalitadenúnciasTemer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.