Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Temer critica quem, segundo ele, tenta 'desarmonizar poderes do Estado'

Sem citar quem estava atacando, presidente disse que é preciso respeitar a 'determinação do povo'

Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

06 de julho de 2017 | 11h35

BRASÍLIA - O presidente da República, Michel Temer, aproveitou o anúncio das novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) nesta quinta-feira, 6, para fazer críticas às pessoas que, segundo ele, tentariam “desarmonizar os poderes do Estado”.

“Falar que educação é o caminho para reduzir a desigualdade é uma obviedade que precisa ser dita. Aliás, no Brasil, precisamos dizer obviedades em todas as áreas, até na jurídica”, começou. “As pessoas às vezes entram em disputas e tentam desarmonizar poderes do Estado. Isso só passa pela cabeça de quem acha que autoridade vem de uma centelha divina", disse. E continuou: “Somos autoridades transitórias e temos que respeitar Constituição e a determinação do povo”, completou, sem citar a quem estava atacando.

PLACAR: VEJA COMO VOTARÃO OS DEPUTADOS NA CCJ

Temer disse ainda pregar a pacificação social e harmonia entre os órgão do poder. Para o presidente, o Estado Democrático de Direito não pode ser só uma palavra, deve ser uma realidade. “Agimos em harmonia com o Poder Legislativo e respeito à jurisdição, que tem que ser obedecida por todos os órgãos do poder”, repetiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.