Temer convoca reunião para que CPI investigue Protógenes

Presidente da Câmara quer analisar inquérito da PF que investiga abusos do delegado que investigou Dantas

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

08 de março de 2009 | 16h07

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), convocou o presidente da CPI dos Grampos, Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), e o relator, Nelson Pellegrino (PT-BA), para uma reunião nesta segunda-feira, 9, em que será discutida a prorrogação dos trabalhos da comissão. Itagiba pede a extensão dos trabalhos por mais 60 dias, para os deputados analisarem documentos do inquérito da Polícia Federal que apura possíveis abusos cometidos pelo delegado Protógenes Queiroz na Operação Satiagraha. A operação levou o ex-banqueiro Daniel Dantas à prisão, em julho do ano passado.   Veja também: Operação Satiagraha As prisões de Daniel Dantas Os alvos da Operação Satiagraha Relatório da CPI não pede indiciamento de Protógenes e Dantas Protógenes espionou autoridades ilegalmente, diz revista Presidente da CPI dos Grampos pedirá prorrogação para investigar ProtógenesOs documentos chegaram à CPI na noite de quinta-feira. Reportagem da revista Veja desta semana informa que o material indica que Protógenes recorreu a métodos ilegais para investigar políticos, jornalistas, integrantes do governo e também Fábio Luiz da Silva, o "Lulinha", filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Relatórios da investigação teriam informações até sobre a vida pessoal da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. O material armazenado no pen drive de Protógenes e apreendido pela Polícia Federal contém gravações, fotos e relatórios, segundo a revista.Temer considera as denúncias "muito graves" e vê necessidade de ampliar as investigações sobre a atuação do delegado Protógenes na Operação Satiagraha. A prorrogação dos trabalhos da CPI, que deveria terminar esta semana, depois da votação do relatório de Pellegrino, tem que ser aprovada pelo plenário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.