Paulo Whitaker|Reuters
Paulo Whitaker|Reuters

Temer convoca líderes do Senado para discutir PEC do teto de gastos

Presidente foi para Brasília neste sábado e deve se reunir com parlamentares na segunda-feira, 28

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

26 de novembro de 2016 | 13h45

Brasília - Em meio à crise gerada pelo episódio envolvendo os ex-ministros Marcelo Calero e Geddel Vieira Lima, o presidente Michel Temer convocou uma reunião com líderes do Senado para tratar da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento dos gastos públicos. O encontro entre Temer e os líderes do Senado deve acontecer na segunda-feira, 28. O compromisso ainda não aparece na agenda do presidente.

A PEC do teto está em tramitação no Senado e o texto está previsto para ser votado em primeiro turno no plenário do Senado na terça-feira, 29. Sem Geddel no governo, o presidente tem dito a aliados que ele próprio fará a coordenação política para a votação da PEC do teto, considerada fundamental para o ajuste e a recuperação da economia.

Temer deixou sua residência no bairro do Alto de Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, depois das 10h, e embarcou rumo a Brasília à tarde. Não há detalhes sobre a agenda do presidente nesse intervalo.

Temer passará o restante do sábado na capital federal para "realizar contatos", segundo informações da assessoria de imprensa da Presidência da República. O assunto não foi revelado. O presidente deve retornar a São Paulo no domingo para participar de um encontro da comunidade libanesa, às 16 horas, na sede do governo paulista, o Palácio dos Bandeirantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.