Temer articula oposição a Itamar no PMDB

O deputado Michel Temer (PMDB-SP) deve se reunir com o prefeito de Joinville, Luís Henrique, para articular o lançamento de sua própria candidatura à presidência do partido na convenção do PMDB, marcada para 9 de setembro. Temer disse que está analisando o quadro sucessório dentro do partido e não aceita que apenas um grupo queira acumular a presidência do PMDB e a candidatura à Presidência da República, em alusão à dupla candidatura do governador de Minas Gerais, Itamar Franco. "Se houver exclusão de determinados segmentos do partido o PMDB ficará fragilizado, o que não é bom para ninguém", disse. Temer afirmou que carrega a bandeira da unidade partidária, porque, a seu ver, o PMDB não pode se transformar-se em ?várias bandas?. Temer afirmou, ainda, que os nomes de Itamar e do senador Pedro Simon (RS) são boas candidaturas à Presidência, e declarou que o chamado PMDB governista deverá apoiar o senador gaúcho na convenção. "É um bom nome, praticamente irrepreensível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.