Tecnologia pode tornar cogumelo comida de brasileiro

A Embrapa quer popularizar a produção e o consumo de cogumelos no Brasil. Rico em proteínas, vitaminas e carboidratos e com baixo teor de gordura, o cogumelo ainda é um produto pouco conhecido no país, com um consumo per capita de apenas 30gramas/ano, contra mais de 2 quilos registrados na França, por exemplo. "Infelizmente, em função do alto custo do produtocomercializado, os cogumelos não fazem parte da cultura e da dieta alimentar do povo brasileiro", lamenta a pesquisadora daEmbrapa, Arailde Urben.Em 1995, Arailde trouxe para o Brasil uma tecnologia chinesa (Jun-Cao) que permite baratear a produção desses fungos que,além de nutritivos, possuem propriedades medicinais capazes de atuar como aliados no tratamento complementar de muitasdoenças que a tingem o sistema imunológico, segundo informa a Agência Brasil. O Jun-Cao utiliza substratos de gramíneas em substituição aos troncos de árvorese serragens utilizados nos meios convencionais de cultivo. De lá pra cá, a pesquisadora já realizou mais de 30 cursos em todo o país e treinou cerca de 650 produtores que hoje utilizam a tecnologia Jun-Cao para a produção de cogumelos. O primeiro curso de 2004 acontecerá entre os dias 11 e 14 de fevereiro, na se de da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.