André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Técnicos ligados ao PT ocupam ministérios

Após demissões na Esplanada em meio ao impeachment, nomes de confiança da presidente Dilma Rousseff assumem pastas

Murilo Rodrigues Alves e Luci Ribeiro, O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2016 | 05h00

BRASÍLIA - Para substituir os ministros que saíram do governo depois da autorização para abertura do processo de impeachment na Câmara, a presidente Dilma Rousseff decidiu nomear técnicos ligados ao PT. Os novos ministros de Minas e Energia, Portos, Cidades e Turismo, nomeados nesta sexta-feira, 22, pelo Diário Oficial da União (DOU), são de extrema confiança da presidente.

O Ministério do Turismo, o primeiro a ser entregue pelo PMDB, no fim de março, quando o partido rompeu com o governo, teve somente nesta sexta seu titular definido. A pasta será comandada por Alessandro Golombiewski Teixeira, no lugar de Henrique Eduardo Alves (RN). Teixeira presidia a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

No lugar de Eduardo Braga (PMDB-AM) em Minas e Energia, Dilma colocou Marco Antônio Martins Almeida, até então secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis da pasta. Almeida é técnico de carreira da Petrobrás.

Também foi confirmado o secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Maurício Muniz Barreto de Carvalho, na Secretaria de Portos. Muniz assume a pasta em substituição a Helder Barbalho (PA), também peemedebista.

Para o lugar do ex-ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que deixou o governo em meio ao impeachment, entrou Inês Magalhães. Inês já havia sido nomeada ministra interina, acumulando a função de secretária nacional de Habitação, responsável pelo Minha Casa Minha Vida.

Ainda foram nomeados Josélio de Andrade Moura (Integração Nacional) no lugar de Gilberto Occhi; Eva Chiavon, (Casa Civil) no lugar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal; Guilherme Ramalho (Aviação Civil) na vaga de Mauro Lopes; e Emília Curi no lugar de Celso Pansera (Ciência e Tecnologia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.