Tebet quer ?voto ostensivo? para relatório de Saturnino

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal, Ramez Tebet (PMDB-MS), defendeu o "voto ostensivo" dos integrantes do conselho nesta quarta-feira para o relatório do senador Saturnino Braga (PSB-RJ). "Muito mais do que o voto aberto, a sociedade nos pede o voto ostensivo", afirmou, nesta manhã, logo após a uma palestra que fez sobre Lei de Responsabilidade Fiscal, promovida pela Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, em São Paulo.Após sua manifestação, diante de uma platéia formada por centenas de estudantes de Direito, o senador foi provocado pelo professor Régis de Oliveira (ex-vice prefeito de São Paulo na gestão Celso Pitta) a manifestar-se sobre o episódio da violação do painel no Senado. Esforçando-se para não emitir uma opinião ostensiva, Tebet garantiu que "a sociedade pode ficar tranqüila que o Senado irá cuprir seu dever." "A opinião pública terá resposta altamente satisfatória", disse. Em tom mais enfático, o senador lembrou aos estudantes que "as instituições são muito maiores que os homens." "Os homens passam, elas ficam." Ao final de sua manifestação, Régis Oliveira fez questão de marcar posição. "Queremos dizer ao senador que esperamos que o Senado realmente cumpra seu dever e casse o mandatos dos dois senadores (ACM e José Roberto Arruda)".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.