TCU vai criar secretarias especiais

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai criar quatro secretarias especiais para controlar os gastos do governo federal destinados a obras e pessoal, além de fiscalizar o atendimento das empresas privatizadas e os programas oficiais. O TCU pretende também divulgar periodicamente a relação de todas as obras federais e o cronograma de desembolso de recursos para cada uma.A primeira secretaria será a de obras, que vai acompanhar os processos desde a licitação até a conclusão das obras realizadas com dinheiro público. Periodicamente, o TCU pretende colocar na Internet uma lista das obras públicas nas quais foram constatadas irregularidades ou mesmo indícios de irregularidades.O tribunal também vai fiscalizar a aplicação das verbas destinadas a pessoal, desde pagamentos de salários, gratificações e admissões até aposentadorias e pensões. O tribunal também está criando uma secretaria para verificar se os serviços oferecidos pelas empresas privatizadas estão atendendo aos consumidores e usuários. Uma última secretaria a ser criada vai avaliar o andamento dos programas do governo, a fim de verificar se os recursos destinados a eles realmente foram utilizados de forma correta. "Um exemplo é a questão da reforma agrária: vamos ver quanto foi destinado e se os recursos realmente atenderam aos pleitos pretendidos", afirma um técnico do tribunal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.