TCU multa ex-reitor da UnB após auditoria

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que a Fundação Universidade de Brasília (FUB) infringiu a legislação ao destinar recursos de matrícula e mensalidade de curso de pós-graduação à Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) sem que transitassem pela conta única do Tesouro Nacional. O TCU multou em R$ 5 mil o ex-reitor da Universidade de Brasília (UnB) Timothy Mulholland. Segundo o relator do processo, Aroldo Cedraz, a prática afrontou o princípio constitucional de unidade de tesouraria.Em abril, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios entrou com ação de improbidade contra Mulholland, pedindo ressarcimento integral de dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até cinco anos e pagamento de multa civil. De acordo com a ação, cerca de R$ 470 mil foram gastos para mobiliar e decorar o imóvel do reitor. Mulholland, que negou as denúncias, renunciou ao cargo em abril. Procurado ontem para comentar a decisão do TCU, não foi localizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.