TCU apura irregularidades no Fundo contra Pobreza

O Tribunal de Contas da União (TCU) fará apuração das irregularidades constatadas na aplicação de mais de R$ 6 bilhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. De acordo com nota publicada no site do TCU, o relator-adjunto da CPI dos Correios, deputado Eduardo Paes(PSDB-RJ), encaminhou o pedido ao tribunal alegando que foram realizados gastos "incompatíveis com os objetivos do fundo".Segundo o deputado, também foram apuradas despesas extras como pagamento de tradução simultânea, fretes de aeronaves, serviços mecânicos, aluguéis, manutenção de armas de fogo e serviços de acabamento do edifício do Ministério da Educação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.