Taxa de iluminação pública pode aumentar conta de luz

Um dia depois de o Senado concluir a votação da medida provisória que obriga os consumidores a pagar a mais pela energia elétrica para compensar as perdas que as empresas do setor alegaram que tiveram depois do racionamento, uma nova despesa, na área de energia, ameaça os cidadãos brasileiros. A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou nesta quarta-feira a proposta de emenda constitucional que permite a cobrança de taxas para o financiamento dos serviços de iluminação pública urbana.A iniciativa é do vice-líder do governo, senador Romero Jucá (PSDB-RR). A proposta foi aprovada pela Câmara e rejeitada pelo Senado, em dezembro do ano passado. Desta vez, deve ser aprovada pelas duas Casas, já que num ano eleitoral como este, os senadores não terão interesse em contrariar os prefeitos, principais interessados na cobrança da taxa, e cabos eleitorais importantes nas campanhas para Câmara e Senado.Jucá defende que os recursos vão ajudar a resolver um problema crucial para os municípios. Segundo ele, a situação das prefeituras ficou ?dramática? após a privatização de empresas do setor elétrico, porque as empresas do setor, além de aumentarem as tarifas, são mais rigorosas na cobrança das tarifas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.