Tatto diz que manterá pré-candidatura à Prefeitura de SP

O deputado federal Jilmar Tatto (PT-SP) pretende manter sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo. Nesta manhã, ele disse que não há a menor possibilidade de desistir. A declaração foi feita na chegada do parlamentar à última "caravana zonal", que é como o Partido dos Trabalhadores está chamando os debates entre os nomes cotados à sucessão do atual prefeito Gilberto Kassab.

WLADIMIR DANDRADE, Agência Estado

06 de novembro de 2011 | 11h07

Além de Tatto, outros três candidatos estão na disputa à candidatura pelo PT: Carlos Zarattini; o senador Eduardo Suplicy; e o ministro da Educação, Fernando Haddad. Este último tem apoio direto do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff. Dilma, inclusive, pediu à senadora Marta Suplicy que abandonasse a disputa.

Tatto contou que já conseguiu mais de 8 mil assinaturas, das 3,18 mil necessárias para homologar sua pré-candidatura. Ele afirmou acreditar que a herança política da senadora Marta estará a seu lado. "Minha votação principal (nas últimas eleições) é no cinturão periférico da cidade, assim como Marta. Então, acho que o patrimônio político-eleitoral dela vem para mim."

Também na entrada do evento, o senador Eduardo Suplicy foi enigmático ao responder se amanhã irá protocolar sua pré-candidatura. "A inscrição dependerá da interação que vai acontecer aqui hoje", afirmou.

Haddad manteve o discurso e disse que tem negociado com os demais pré-candidatos do partido em conversas realizadas pelo menos duas vezes por semana. Ele reafirmou que sua intenção é evitar prévias. As prévias irão acontecer no dia 27, se a partir do debate de hoje mais de um pré-candidato quiser continuar na disputa. Por sua vez, Carlos Zarattini diz que já conseguiu mais de 6 mil assinaturas.

O evento está sendo realizado em uma igreja da Assembleia de Deus em Guaianases, na zona Leste de São Paulo. Segundo a organização do diretório municipal do PT em São Paulo, há 1,2 mil participantes.

Tudo o que sabemos sobre:
PrefeiturapréviasSPeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.