Tasso volta atrás e participará do programa do PSDB

Depois de um dia de intensos contatos telefônicos com a cúpula do PSDB, o governador do Ceará, Tasso Jereissati, mudou de idéia e decidiu participar do programa eleitoral que o partido transmitirá em cadeia de rádio e televisão no próximo dia 15.Pela manhã, o governador havia comunicado ao presidente do partido, deputado José Anibal (SP), ao secretário geral do PSDB, deputado Márcio Fortes (RJ), e ao ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga, que preferia ficar fora do programa. ?Foi uma decisão pessoal dele que avaliou que o programa ficaria muito fracionado e que não valeria a pena?, afirmou um dos interlocutores de Tasso, com a convicção de que o governador está firme no propósito de intensificar a campanha à sucessão presidencial.Em todas a s conversas ao longo do dia, Tasso recebeu apelos para que participasse do programa. No início da noite, por meio de sua assessoria, o governador informou que estará em duas inserções que serão exibidas a partir de sábado com base nos depoimentos já gravados sob direção do publicitário Nizan Guanaes, na semana passada.Não dará um tom eleitoral nem se lançará à presidência da República, limitando-se a ressaltar suas ações à frente do governo cearense, sobretudo na área social.No fim de semana, o governador deverá gravar o depoimento para o programa de 20 minutos que irá ao ar no dia 15 que, a princípio, teria como única estrela o presidente Fernando Henrique Cardoso.Na terça-feira, ao vetar a participação do governador Tasso Jereissati e dos ministros da Saúde, José Serra, e da Educação, Paulo Renato, como pré-candidatos, a Executiva Nacional decidiu abrir o espaço eleitoral do partido a várias lideranças. ?Vamos dar destaque às principais lideranças nacionais e, com certeza, teremos um bom programa partidário?, afirmou Anibal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.