DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Tasso quer disputar Presidência, afirma deputado aecista

Marcus Pestana (MG) diz que ativismo de Tasso mostra intenção de se candidatar em 2018; aliados negam

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2017 | 09h21

No fogo cruzado do PSDB na disputa pela presidência do partido, aliados do senador Aécio Neves (MG) e tucanos da ala governista do partido afirmam, agora, que a movimentação do senador Tasso Jereissati (CE) vai além do desejo de comandar a legenda. 

+++ Goldman 'combinou esse golpe rasteiro' com Temer, ministros e Aécio, diz Daniel Coelho

“Há dois meses eu disse para algumas lideranças que a única coisa que explicava o excesso do ativismo do Tasso é o fato de ele ser candidato à Presidência do Brasil. (O senador) Cassio (Cunha Lima) defendeu na quarta-feira essa tese e cometeu um ato falho”, disse o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).

+++ Análise: PSDB resolve cometer suicídio coletivo em praça pública

“Não tenho dúvidas de que a movimentação do Tasso é para ser candidato a presidente da República, como um Tersius”, completou Pestana. Aliado de Tasso, o senador paraibano Cássio Cunha Lima fez um discurso durante a reunião que lançou oficialmente a candidatura do colega ao comando da legenda e finalizou, segundo relatos, com o slogan “Tasso presidente”. 

+++ Veja quem quer ser presidente em 2018

“É um argumento falacioso. O Tasso nunca manifestou interesse em disputar nenhum cargo. Ele sempre teve inclinação pela candidatura presidencial do Geraldo Alckmin. Fomos nós que pedimos para ele assumir o comando do partido”, rebateu o deputado Rocha (PSDB-AC), aliado de Tasso. 

Além de Alckmin, o prefeito de Manaus, Arthur Virgilio, também se apresentou como pré-candidato à Presidência da República e disse que pretende disputar prévias. O prefeito João Doria também é apontado como postulante à vaga, embora tenha sinalizado que deve apoiar o padrinho político.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.