Tasso nega postura oposicionista ao governo FHC

Um dia depois de discursar na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), o governador do Ceará, Tasso Jereissati (CE), retomou hoje em Brasília as conversas políticas. No encontro que teve por volta das 13h com o líder do governo no Congresso Nacional, deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), Tasso queixou-se de que suas declarações sobre o desempenho do governo estariam sendo mal interpretadas e negou que estivesse adotando uma postura oposicionista ao governo Fernando Henrique Cardoso, como entenderam alguns partidários do PSDB. Na conversa com Virgílio, que assumirá nos próximos dias a Secretaria Geral da Presidência da República no lugar do ministro Aloysio Nunes Ferreira, o governador do Ceará elogiou, segundo o deputado, os avanços do governo na área social e a condução da política econômica. Tasso deixou claro que a nova conjuntura vai impor mudanças ao futuro presidente. "Tenho orgulho de estar ao lado do presidente Fernando Henrique", teria dito o governador, que fez também ao líder governista uma análise do quadro atual e de sua movimentação para reforçar seu nome como alternativa do PSDB à sucessão presidencial. Tasso viajará para o Ceará depois do almoço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.