Tasso Jereissati reitera que expulsará sanguessugas do PSDB

O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), vai pedir a expulsão do partido dos deputados acusados de envolvimento na máfia das ambulâncias, desde que haja provas contra eles."Os parlamentares serão expulsos imediatamente", avisou o senador, que encarregou nesta terça-feira, 01, o deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) de apurar se há provas contra os quatro deputados tucanos que estão sob suspeição e foram citados na CPI dos Sanguessugas.O assunto será discutido ainda nesta terça durante reunião da executiva nacional do PSDB.Os deputados tucanos suspeitos de envolvimento na venda fraudulenta de ambulâncias com recursos do Orçamento da União são Paulo Feijó e Itamar Serpa, do Rio de Janeiro; Eduardo Gomes, do Tocantins, e Helenildo Ribeiro, de Alagoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.