Tasso critica ''tropa da baixaria''

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) reagiu, em Fortaleza, à ameaça do PMDB de entrar com processos contra o líder de seu partido no Senado, Arthur Virgílio (AM). "Foi montada no Senado uma tropa da baixaria incumbida de defender irregularidades a qualquer custo", acusou.Segundo Tasso, "com certeza, a coisa vai esquentar a partir de terça-feira", quando o Conselho de Ética vai analisar os pedidos de abertura de processo de cassação do mandato do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). Tasso também disse que Sarney repete a estratégia do ex-presidente da Casa Renan Calheiros (PMDB-AL), quando alvo das denúncias que o levaram a deixar o posto. "Esse é o pior caminho que pode ser assumido", disse, referindo-se à retaliação aos tucanos. Ele disse não haver dentro do PSDB nenhum temor com a ofensiva do PMDB. "Apenas lamento a existência dessa tropa de choque, que é desqualificada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.