Tarso põe PF à disposição do TSE para ajudar em eleição do Rio

Ministro se reuniu nesta 3ª com o presidente de TSE; tribunal aguarda mapeamento das regiões mais violentas

Agência Brasil,

19 de agosto de 2008 | 19h27

Após reunião de aproximadamente uma hora na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro da Justiça, Tarso Genro, reafirmou nesta terça-feira, 19, a intenção do governo federal em colaborar com o reforço da segurança pública no estado durante o pleito.    Veja também: Jobim adverte que tropas não servirão a candidatos no Rio Cabral vai ao TSE pedir tropas para garantir eleições no Rio Candidatos reagem a 'currais' do tráfico e milícias no Rio Conheça os candidatos a prefeito no Rio  Especial tira dúvidas do eleitor sobre as eleições    Veja as regras para as eleições municipais   Ele se reuniu com o presidente da Corte, ministro Carlos Ayres. Após o encontro, nenhum dos dois fez o anúncio oficial sobre o envio de tropas federais para garantir a segurança nas eleições municipais no Rio de Janeiro.  Ao deixar o tribunal, Tarso disse ter colocado o contingente da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) à disposição para participar de um trabalho de coalizão com as Forças Armadas, no Rio de Janeiro.   "Não cabe a mim fazer juízo sobre uma decisão soberana do tribunal, mas colocamos à disposição a PF e a PRF para exercer função supletiva a esse trabalho de segurança", disse Tarso. "A questão de prazo e de conveniência não nos afeta neste momento." O ministro lembrou que uma equipe da PF já efetua trabalhos de inteligência em auxílio as forças de segurança do Rio de Janeiro para o combate às milícias e traficantes que dominam comunidades.   O presidente do TSE preferiu não falar com os jornalistas. A assessoria de imprensa do tribunal informou que Britto aguarda até o fim desta semana o envio pelo Tribunal Regional Eleitora do Rio de Janeiro de um mapeamento dos locais em que há maior necessidade de atuação das forças de segurança federais.

Tudo o que sabemos sobre:
Tarso GenroTSEeleições 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.