Tarso Genro quer Lula em Pelotas

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, pediu ajuda ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a campanha de segundo turno do candidato do PT em Pelotas, Fernando Marroni. A cidade é a única do Estado que terá segundo turno e converteu-se na esperança do PT de vencer em pelo menos um dos principais colégios eleitorais do Estado. O partido, que já governou a capital durante 16 anos, perdeu as eleições no primeiro turno em Porto Alegre e também foi derrotado em Caxias do Sul, o segundo principal colégio eleitoral.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

15 de outubro de 2012 | 19h36

Genro reuniu-se no início da noite desta segunda com o ex-presidente no Instituto Lula, no bairro Ipiranga, em São Paulo. Ele pediu a presença de Lula em Pelotas, mas o ex-presidente está com dificuldade para incluir o Estado na agenda. Lula viaja na quarta-feira à Argentina e retorna apenas na tarde do dia seguinte. Com a agenda apertada, ele terá de concentrar esforços na campanha de Fernando Haddad em São Paulo.

O ex-presidente vai ao menos gravar para a campanha do petista de Pelotas, que terminou o primeiro turno em segundo lugar, com 28,5% dos votos, atrás do tucano Eduardo Leite, que teve 39,8% dos votos. De acordo com a assessoria do governador, Genro também convidou o presidente para a última reunião anual do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado, a ser realizada em novembro. O governador criou o órgão consultivo inspirado no "Conselhão" que Lula instituiu quando foi presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012PelotasTarso GenroLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.