Tarso elogia candidatos do PMDB no Rio Grande do Sul

Ao ser questionado sobre declarações do prefeito de Porto Alegre (RS), José Fogaça (PMDB) de que não concorrerá ao governo do Estado em 2010, o ministro da Justiça, Tarso Genro, disse que tanto ele quanto o ex-governador Germano Rigotto (PMDB) são bons candidatos.

SANDRA HAHN, Agencia Estado

16 Outubro 2009 | 20h04

"São pessoas que têm uma trajetória respeitável e seja com qual for deles que nós façamos o debate, vamos debater qual a proposta para tirar o Estado da letargia política, econômica e moral em que se encontra", declarou. Em entrevista à "rádio Gaúcha", Fogaça disse hoje que espera concorrer ao governo em 2014 e defendeu o nome de Rigotto para a disputa do ano que vem.

Para Tarso, é possível que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, conte com um palanque duplo no Rio Grande do Sul, pois os partidos são muito regionalizados no País e é preciso respeitar as realidades estaduais.

Mesmo assim, avaliou que o palanque do PT é o mais favorável a Dilma. "Todos os indícios até agora demonstram que o palanque mais forte para a Dilma aqui é o que estamos construindo com nossos aliados", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.