Tarso denfende elevar em 1% Fundo dos Municípios e unificar ICMS

O ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, defendeu hoje, na IX Marcha dos Prefeitos, a aprovação do aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), juntamente com a unificação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). São dois pontos da reforma tributária que tramita na Câmara. "Espero que a oposição tenha sensibilidade para votar, pois sabe que é do interesse público e não diz respeito a interesses partidários", afirmou.Ele afirmou que o aumento do FPM vai causar um impacto de R$ 1,3 bilhão. Desse modo, para compensar a despesa, o governo quer que seja aprovada também a unificação do ICMS. "Nossa proposta é que seja votado em conjunto pois é preciso ter fontes de recursos com a diminuição da elisão fiscal e a sonegação fiscal", completou.O ministro participou do encontro dos prefeitos como representante do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ontem anunciou medidas, como o aumento do repasse de verbas para a merenda escolar. "Alguns podem dizer que são conquistas em ano eleitoral. É duplamente ofensivo pois pressupõe compra e venda de consciência", disse em discurso político acompanhado por prefeitos de todos os partidos. "Ao defender o aumento do FPM, uma reivindicação dos prefeitos que está tramitando há anos na Câmara, concluiu: "Temos que nos despir da relação partidária pois este é mais um passo na construção de uma república democrática".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.