Tarso confia que será o nome do PT para governo gaúcho

O ministro da Justiça, Tarso Genro, está confiante de que será escolhido como pré-candidato do PT ao governo do Rio Grande do Sul, no sábado, quando acontece a convenção partidária no Estado. O ministro calcula que deverá receber cerca de 70% dos votos dos delegados. "Vamos oferecer o nome para os nossos aliados, não é uma proposta fechada", afirmou ele, acrescentando que o PT irá compor com uma ampla base de aliados, como o PDT, PC do B, PSB e PTB .

FABIANA CIMIERI, Agencia Estado

16 de julho de 2009 | 20h43

"Se o partido me indicar, como efetivamente deve ocorrer, e se os aliados compuserem conosco, vou ter muito orgulho de representar o governo do presidente Lula no pleito do Rio Grande do Sul." O ministro, que participou hoje de manhã de evento do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania), no Rio, comparou as denúncias de corrupção contra o governo da tucana Yeda Crusius (PSDB), no Rio Grande do Sul, com a que é enfrentada pelo Senado. "É uma crise política que tem de ter explicações técnicas e legais, tanto nos fatos que aconteceram no Estado, quanto no Senado".

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010Tarso genroPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.