Tarso ataca Simon por disputa no RS

Ministro da Justiça afirma que senador do PMDB resiste à CPI

Sandra Hahn, O Estadao de S.Paulo

11 de agosto de 2009 | 00h00

O ministro da Justiça, Tarso Genro, criticou ontem o senador Pedro Simon (PMDB-RS), alegando que o peemedebista apresenta uma "ética em Brasília" e outra diferente no Rio Grande do Sul. "O senador Simon inaugurou a ética do Mampituba", afirmou o ministro. Mampituba é um rio que faz a divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o nome em tupi-guarani significa "rio de muitas curvas" e é uma expressão muito usada pelos gaúchos para diferenciar o que ocorre no Estado e no resto do País. "Lá em Brasília, ele tem uma ética, fala uma linguagem", declarou. "Aqui no Rio Grande do Sul, ele fala outra ética", criticou. Na avaliação do ministro da Justiça, Simon defendeu, em Brasília, uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar operações contábeis da Petrobrás que permitiriam redução de impostos. No Rio Grande do Sul, foi contrário à criação de uma CPI para investigar o governo Yeda Crusius (PSDB) - que ganhou as assinaturas necessárias para ser instalada depois que o Ministério Público Federal ingressou com ação de improbidade administrativa contra a governadora e oito pessoas. Tarso questionou o que considerou "acusações implícitas" feitas por Simon ao comportamento da Polícia Federal e disse que solicitou ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que acionasse o controle interno do órgão "para verificar se houve algum tipo de indução por parte do Ministério da Justiça". Segundo Tarso, Simon terá oportunidade de apresentar provas, "se não quiser passar por uma pessoa irresponsável". Em maio, Simon havia responsabilizado o ministro por ações da PF que, segundo ele, estariam criando "confusão" no Estado. O ministro voltou a defender a PF e disse que, se não apresentar provas, Simon pode "passar por falastrão".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.