Tarso anuncia que houve acordo para votar Orçamento

O ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, anunciou que há um acordo político para que seja votada nesta terça-feira a proposta de Orçamento da União para 2006, apesar de haver ainda pequenas pendências. Ele se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e com os líderes partidários Arthur Virgílio (PSDB), José Agripino (PFL), Fernando Bezerra (PTB), Aloizio Mercadante (PT) e Ney Suassuna (PMDB). Ao sair do encontro, o ministro anunciou que houve acordo, apesar de haver ainda pequenas pendências. Renan citou, como uma dessas pendências, a reivindicação de verba para a construção de uma ponte em Sergipe. O pleito é do governador sergipano, João Alves (PFL), que vai a Brasília agora à tarde para tratar do assunto.O presidente do Senado confirmou que às 18 horas abre a sessão do Congresso (Senado e Câmara juntos) para a votação da proposta orçamentária. Entre os líderes que participaram da reunião, há a expectativa de que, resolvida a questão com João Alves, estará aberto o caminho para a votação do Orçamento, que deveria ter ocorrido no final de dezembro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.