Tápias diz que deixa governo por razões íntimas

O ex-ministro do Desenvolvimento Alcides Tápias afirmouhá pouco que está deixando a pasta por "razão de foro íntimo eexclusivamente pessoal". Segundo ele, não existe nada que pudessejustificar, a não ser a questão pessoal, a sua saída do ministério. Tápias disse que volta para a iniciativa privada e deixa ogoverno com a sensação de ter realizado muitas coisas. O ex-ministrodisse que fará uma quarentena de quatro meses; somente depois,procurará nova posição no setor privado. Tápias garantiu que, por enquanto, não tem destino certo. Ele continuadespachando normalmente até terça-feira, 31 de julho. Caso até nesteperíodo não seja possível que o embaixador Sérgio Amaral tomeposse, o atual secretário-executivo, Benjamin Ficux, assumirá inteirinamente o cargo. Por várias vezes na entrevista, Tápias insistiuque não houve nenhum tipo de desentendimento dentro do governoque justificasse a sua saída.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.