Taiwan punirá quem transmitir a Sars

Apesar de mais cinco mortes e 14 novos casos da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars, na sigla em inglês), registrados hoje, Taiwan tem conseguido diminuir o ritmo da doença em seu território. Terceiro local mais infectado pelo vírus, a ilha soma 81 mortes e 610 infectados. O governo anunciou ainda duras penas, prisão e multa de cerca de US$ 6.500, para quem contagiar outras pessoas com o vírus. Além disso, quem não concordar em fazer exames ou usar a mascara cirúrgica para evitar ser contaminado pela doença será multado em US$ 320. A China informou nesta quarta-feira a morte de quatro pessoas e quatro novos casos. Com isso, o país, o mais atingido pela doença, tem 325 mortes e 5.323 infectados. Hong Kong continua sendo o local onde a pneumonia tem perdido mais força. Hoje, apenas uma morte e dois novos casos aconteceram. Mesmo assim, Hong Kong continua em segundo lugar no número de vítimas e casos da Sars, 270 e 1.730, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.