Tabelião afirma que assinatura em procuração de Verônica é falsa

O tabelião do 16 º Cartório de Notas de São Paulo, Fabio Tadeu Bisognin, afirmou nesta quarta-feira, 1º, que é falsa a procuração apresentada à Receita Federal que teria sido usada para acessar as declarações de Verônica Serra. Segundo ele, Veronica nunca teve firma reconhecida no cartório. “A falsificação é grotesca”, afirmou.

Ivan Fávero,

01 de setembro de 2010 | 17h44

 

No documento apresentado o sobrenome do tabelião aparece no carimbo com a grafia errada. Além do sobrenome errado, não consta na procuração o número de cadastro da firma no cartório, que é obrigatório. Falta também a frase ‘em testemunho da verdade’.

 

O tabelião disse ainda que entrou em contato nesta quarta por telefone com o juiz corregedor, Márcio Bonilha, da 2ª Vara de Registro Público da capital paulista e encaminhou um ofício mostrando que o reconhecimento de firma é falso.

 

Atualizado às 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.