Sydney Possuelo é demitido por criticar política indigenista

O Diário Oficial publica, hoje, portaria do secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Teles Ferreira Barreto, demitindo o coordenador-geral de Índios Isolados da Diretoria de Assistência da Fundação Nacional do Índio (Funai), Sydney Possuelo.A demissão ocorre uma semana depois de Possuelo ter criticado, em entrevista, o presidente da Funai, Mércio Pereira Gomes, que afirmara que os índios têm terra demais. Possuelo é considerado hoje, no exterior, o mais destacado defensor de índios da atualidade, agraciado no ano passado com o título de herói do Império Britânico pela Royal Geographic Society, de Londres, e tido como sucessor do sertanista Orlando Villas Boas.Sydney Possuelo, ao criticar essa afirmação, disse que Mércio Gomes estava falando a mesma língua dos grileiros, madeireiros e garimpeiros que estão gradativamente tomando as terras dos índios, e cobrou do presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma posição mais firme na política indigenista do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.