Suspenso repasse de fundo partidário do PSB

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo suspendeu o repasse de cotas do fundo partidário para o diretório estadual do PSB. Segundo o TRE, a prestação de contas do partido referente a 2003 continha irregularidades, entre elas falta de comprovação do recebimento de R$ 104 mil em contribuições de afiliados. O PSB também é acusado de ultrapassar o limite de 20% para gastos de pessoal com recursos do fundo partidário. O partido disse que entrará com recurso no TSE para reverter a suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.