Suspenso depoimento de tenente que matou tenista no RS

Foi suspenso hoje o depoimento do tenente da Brigada Militar Paulo Sérgio de Souza, que matou o tenista Thomás Feltes Engel, de 16 anos, no dia 2 de setembro, por solicitação do advogado do oficial, Roberto Leal Kelleter. Segundo Kelleter, a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Sul de homicídio doloso qualificado não especifica se o dolo é direto ou eventual. Como esta definição não pode ser solucionada em uma audiência, o inquérito volta à via processual onde deve ser marcada uma nova data para o seu depoimento.Uma manifestação pacífica de aproximadamente 50 pessoas, entre familiares, amigos e colegas do tenista, pedindo a prisão do militar, aconteceu em frente ao prédio do Fórum de São Leopoldo. O crime, praticado com uma espingarda calibre 12, causou revolta na população de São Leopoldo e também a transferência temporária do Comando Geral e Estado-Maior da Brigada Militar, além da Chefia de Polícia Civil para a Região do Vale do Rio dos Sinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.