Suspeitos de chacina de sem-terra vão depor em Felisburgo

Três homens presos em Montes Claros, suspeitos de envolvimento na chacina de cinco integrantes do MST em Felisburgo (MG), serão transferidos hoje para a cidade do Vale do Jequitinhonha, onde serão ouvidos pelo delegado Wagner Pinto, que preside o inquérito. Wadson Teixeira de Jesus, Senilson Marcílio dos Santos e Edvan Luís dos Santos foram presos na Bahia. Eles teriam sido contratados pelo fazendeiro Antônio Chafik Luedy, suspeito de ser o mandante e participar do ataque aos sem-terra. Chafik continua foragido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.