Suspeito do caso dos portugueses desaparecidos é preso

O português radicado no Brasil Luiz Miguel Militão Guerreiro foi preso ontem à noite (23) por agentes federais em Barra do Corda, interior do Maranhão. Para a Polícia Federal, ele pode ser a chave do mistério que cerca o desaparecimento dos seis empresários portugueses.Guerreiro foi buscar o grupo de empresários no aeroporto. A polícia cearense descobriu que ele comprou uma jóia no valor de R$ 3 mil com o cartão de crédito do filho de um dos empresários desaparecidos. Ele também comprou material fotográfico avaliado em R$ 1.400 com o mesmo cartão de créditoA superintendência da Polícia Federal trabalha com a hipótese de que Luiz Miguel tenha se unido a parte dos empresários para elaborar o seqüestro de um deles. Ele será apresentado hoje de manhã na supeintendência da Polícia Federal em Teresina (PI).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.