Suspeita de corrupção atinge 4 regionais em SP

A suspeita de cobrança de propina por parte deservidores municipais já atinge pelo menos quatro das 28 Administrações Regionais(Ars) de São Paulo, entre elas estão as regionais de Santana, na zona Norte, e deSanto Amaro, na zona Sul.Hoje, o secretário de Implementação das Subprefeituras, Arlindo Chinaglia, admitiuter recebido denúncia de três regionais. No entanto, ele revela apenas a suspeita naregional de Santo Amaro, conforme revelou, com exclusividade, a Agência Estado. Noórgão, seis funcionários foram afastados até que uma auditoria seja concluída eindique ou não a existência de irregularidades. A reportagem apurou, no entanto, que a regional de Santana também recebeu umadenúncia de tentativa de cobrança de propina por parte de um fiscal a um comercianteirregular. O administrador regional de Santana, Hélvio Nicolau Moisés, confirma o recebimentoda denúncia. "Foi uma denúncia verbal e sem muitos detalhes, mas vamos tomar todasas providências possíveis", disse. Moisés afirmou que ainda não havia comunicado o recebimento da denúncia aosecretário de Implementação das Subprefeituras, mas que iria encaminhar a ele o caso"assim que possível". "Aguardei porque o denunciante ficou de formalizar a denúnciae fornecer mais detalhes." Segundo o administrador regional de Santana, dezfuncionários do órgão foram afastados, mas, segundo ele, a medida foi tomada porconta de uma reestruturação. "Nenhum deles foi afastado por suspeita de estarem cometendo irregularidades",disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.