Supremo manda soltar 18 investigados

O Supremo Tribunal Federal mandou soltar 18 investigados na Operação Furação, da Polícia Federal, deflagrada em 2007 para apurar esquema de compra de decisões judiciais para liberar jogos ilegais. O ministro Marco Aurélio Mello tomou a decisão, em caráter liminar, no habeas corpus ajuizado pelo empresário José Renato Ferreira e a estendeu aos demais. Ele considerou que não houve formação de culpa antes da expedição dos mandados de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.