Supremo manda pagodeiro Belo de volta à prisão

A ministra Ellen Gracie, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o retorno do pagodeiro Marcelo Pires Vieira, o Belo, para a prisão. Ellen cassou uma liminar concedida em julho pelo presidente do STF, Marco Aurélio Mello, que tinha garantido a liberdade do cantor.Em um despacho de meia página, a ministra afirma que a decisão do colega contrariava uma jurisprudência do Supremo, segundo a qual não é possível conceder liminar em habeas-corpus contra decisão de um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). No caso, um pedido anterior de Belo fora rejeitado pelo ministro Félix Fischer, do STJ.Ao determinar a libertação de Belo, Marco Aurélio afirmou que o pagodeiro não representava perigo para a sociedade e nem estava tentando fugir da Justiça.Belo começou a ser investigado no início do ano. No dia 4 de abril, a polícia interceptou uma ligação telefônica em que o cantor conversava com um traficante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.