Supremo diz que STJ deve analisar destino do ex-juiz Nicolau

Por razões técnicas, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Maurício Corrêa, rejeitou hoje pedido para que seja solto o ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, que está preso na Polícia Federal, em São Paulo, sob a acusação de envolvimento com desvios de recursos da obra do Fórum Trabalhista. Corrêa entendeu que cabe ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) analisar a solicitação. Ele determinou a imediata remessa do pedido ao STJ porque considerou relevantes os argumentos da defesa do ex-magistrado de que ele estaria com problemas de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.