Supremo autoriza Bispo Rodrigues a deixar a prisão

Ministro Luís Roberto Barroso concedeu direito ao condenado no mensalão de cumprir restante da pena em regime aberto

Mariângela Gallucci, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2014 | 15h35

Brasília - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso autorizou o ex-deputado federal Bispo Rodrigues a sair da cadeia. Condenado a 6 anos e 3 meses de reclusão por envolvimento com o esquema do mensalão, Rodrigues cumpre pena em Brasília no regime semiaberto. Agora, ele conseguiu garantir o direito à progressão para o regime aberto. Em Brasília, como não existe casa do albergado, as penas no regime aberto são cumpridas em casa. 

Conforme Barroso, Rodrigues já cumpriu o mínimo da pena para progredir de regime e tem bom comportamento na cadeia. "Há nos autos o atestado de bom comportamento carcerário e inexistem anotações de prática de infração disciplinar de natureza grave pelo condenado", disse. No Brasil, condenados podem progredir para um regime mais ameno após o cumprimento de um sexto da pena. No cálculo, são levados em conta dias de trabalho e de estudo, o que contribui para a redução do tempo no cárcere.

Tudo o que sabemos sobre:
MensalãoSTFLuis Roberto Barroso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.