Supremo aprova Lewandowski para vaga de Grau no TSE

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou na tarde de hoje o nome do ministro Ricardo Lewandowski como novo integrante do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A indicação do ministro ao posto deve-se à renúncia do ministro Eros Grau à vaga, em carta enviada na noite de ontem ao presidente do TSE, Carlos Ayres Britto. Oficialmente, a causa divulgada para a renúncia foi a decisão de Grau de dedicar mais tempo à sua atuação no Supremo.

GUSTAVO URIBE, Agencia Estado

06 de maio de 2009 | 18h35

Grau terá de se aposentar em agosto de 2010, quando completará 70 anos. Do TSE ele deveria sair em abril de 2010, quando terminaria o mandato. No tribunal eleitoral, Grau teve uma atuação marcada principalmente pelos processos que relatou contra os então governadores da Paraíba, Cássio Cunha Lima, e do Maranhão, Jackson Lago. Ambos foram cassados por irregularidades na última eleição. Nos dois casos, Grau defendeu a cassação dos ex-governadores.

Tudo o que sabemos sobre:
TSERicardo LewandowskiEros GrauSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.