Suposto mandante é alvo de nova acusação

A procuradoria da República em Altamira, no Pará, denunciou criminalmente o fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, o Taradão, por grilagem de terras e tentativa de estelionato. Se for condenado, a pena pode chegar a 15 anos de prisão. Taradão também é acusado de ser o principal mandante da morte da irmã Dorothy Stang, em 2005. A missionária foi morta exatamente nas terras que ele supostamente tentou grilar em outubro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.