Suplicy volta a defender ida de Dirceu ao Congresso

O senador Eduardo Suplicy voltou a defender, na manhã de hoje, o comparecimento do ministro da Casa Civil, José Dirceu, ao Congresso Nacional para dar a sua versão do escândalo Waldomiro Diniz. "O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sempre diz que seus ministros comparecerão normalmente ao Congresso Nacional sempre que necessário e essa tem sido a praxe", reiterou Suplicy, lembrando que alguns dos atuais ministros, como o da Fazenda, Antonio Palocci, já compareceu mais de uma vez ao Congresso. "E o ministro considerado mais importante, que é o da Casa Civil, ainda não compareceu."Segundo o senador Suplicy que participa hoje, em São Paulo, da reunião nacional do Partido dos Trabalhadores, o comparecimento do ministro José Dirceu ao Congresso Nacional seria a melhor contribuição que ele poderia dar para "desanuviar a atual situação do governo." Além disso, ele acredita que com essa atitude o ministro da Casa Civil estaria agindo de acordo com os princípios do próprio PT, que é contribuir para a transparência dos fatos na administração pública.Ao comentar a cobrança que os partidos de oposição vêm fazendo para que o ministro José Dirceu deponha no Congresso Nacional a respeito do escândalo Waldomiro Diniz, Suplicy considerou essas dúvidas da oposição naturais e legítimas. "O que todos querem saber é se Waldomiro Diniz cometeu alguma irregularidade enquanto atuava na Subsecretaria de Assuntos Parlamentares da Casa Civil. Por isso, continuo sugerindo que o ministro José Dirceu compareça espontaneamente ao Congresso e responda todas as dúvidas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.