Suplicy sai de reunião para comprar disco de Supla

O senador Eduardo Suplicy abandonou momentaneamente nesta tarde a reunião do diretório nacional do PT, que discutia a conjuntura nacional e os problemas enfrentados pelo partido no Rio Grande do Sul, em busca de bancas de revista em São Paulo para comprar o disco, lançado hoje, de seu filho Supla. Por volta das 16 horas, o senador voltou sorridente à sede do Partido dos Trabalhadores carregando um exemplar do CD "O Charada Brasileiro". "Só fui encontrar numa banca da Praça da República. Em outras já havia esgotado", propagandeou. O senador exibiu para os colegas de partido o encarte do CD com as letras e diversas fotos da vida de Supla. "Ele que fez tudo isso", contava orgulhoso. Suplicy afirmou que já conhecia todas as músicas porque ouvia Supla tocando violão em casa. "Mas aqui é melhor, que tem as letras." O senador afirmou que sua canção preferida, no entanto, não está no CD. "Chama-se "Cara feia". ?A que eu mais gosto desse disco é a que se chama ?Humanos?" (sucesso de Supla quando integrava o grupo Tókio).

Agencia Estado,

24 de novembro de 2001 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.