Suplicy questiona delegado que acusa Palocci

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) interrompeu o depoimento do delegado da Polícia Civil, Benedito Antônio Valencise, sobre o esquema de superfaturamento na prefeitura de Ribeirão Preto na gestão do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e de seu sucessor na prefeitura, Gilberto Maggioni, para questionar o delegado sobre o resgate do filho de um empresário que tinha sido seqüestrado em São Paulo.Suplicy questionou se Valencise confirmava a informação de que havia torturado pessoas envolvidas no seqüestro. Antes mesmo da resposta, ele se pôs a ler supostos depoimentos que essas pessoas teriam feito à Polícia. O senador José Jorge (PFL-PE) perguntou qual a ligação desse episódio com o esquema de Ribeirão Preto, mas Suplicy continuou lendo os depoimentos dessas pessoas.Segundo Suplicy, muitas pessoas se queixaram contra o delegado. Este, no entanto, negou as acusações de tortura. Disse que era fácil responder ao questionamento do senador petista e que os depoimentos citados por ele são de traficantes, seqüestradores e assassinos e que, quando foi formalizado o flagrante deles, todos eles foram encaminhados ao órgão a quem caberia ouvi-los.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.