Suplicy: Gushiken representou valor 'inestimável'

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse que o ex-ministro Luiz Gushiken representou um valor inestimável para o Partido dos Trabalhadores (PT). Ele acabou de chegar para participar do Grande Encontro da Região Metropolitana 2013, onde será feita uma homenagem ao ex-ministro, que morreu ontem em São Paulo, após longo tratamento contra um câncer.

ALINE BRONZATI E PEDRO VENCESLAU, Agência Estado

14 de setembro de 2013 | 11h01

"Estou vindo do velório agora. O Gushiken foi um valor inestimável para todos do Partido doa Trabalhadores e para seus queridos familiares", afirmou ele. Suplicy, que esteve com Gushiken na semana passada, disse que ele estava feliz apesar de estar sofrendo e que estava regulando a quantidade de morfina que utilizava para reduzir as dores. "Ele era uma pessoa que estudou as diversas religiões e filosofias", destacou o senador ao afirmar que tinha muito afinidade com Gushiken.

O ex-ministro Luiz Gushiken morreu na noite de ontem, 13, em São Paulo, aos 63 anos, em decorrência de um câncer contra o qual lutava há 12 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central. O velório está sendo realizado hoje, desde as 7 horas, no Cemitério do Redentor, na avenida Dr. Arnaldo, em São Paulo. O sepultamento está marcado para as 16h no mesmo local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.