Suplicy e Heráclito travam bate-boca no Senado

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) fez uma intervenção, extremamente irritado, na tribuna do Senado, batendo boca com o senador Heráclito Fortes (DEM-GO), em resposta à acusação de que não teria sido sincero ao pedir a renúncia do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Suplicy, que antes mostrou um cartão vermelho a Sarney, apresentou o mesmo cartão a Heráclito e, respondendo a um desafio do adversário, disse que tem coragem de fazer o mesmo em relação ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

NERI VITOR EICH, Agencia Estado

25 de agosto de 2009 | 20h18

Heráclito, também extremamente alterado, afirmou que Suplicy não é sincero ao falar contra Sarney e diz que o senador do PT deveria denunciar também irregularidades no governo do presidente Lula.

Tudo o que sabemos sobre:
Senadobate-bocaEduardo Suplicy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.