Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Suplicy defende CPI mista para apurar remessas ilegais

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse hoje que, diante dos fatos novos surgidos em relação à investigação das remessas de dinheiro para o exterior por contas CC-5, os líderes partidários no Senado devem reconsiderar a responsabilidade da Casa e também instalar uma CPI para investigar o caso. Ele informou ter ponderado aos líderes que considerassem a hipótese de fusão da CPI da Câmara com uma do Senado, criando uma CPI mista. Ele disse que o Senado tem experiência nesse tipo de investigação e realiza CPIs "com equilíbrio e isenção, que não se caracterizam pelo mero denuncismo". "Se há políticos relacionados nesse episódio, é responsabilidade do Congresso Nacional apurar os fatos com rigor", afirmou. Suplicy lembrou a declaração do procurador da República no Distrito Federal, Luiz Francisco de Souza, segundo a qual o Congresso deveria participar dessa investigação, porque assim o Ministério Público poderia conseguir mais dados sobre a possível remessa ilegal de recursos para o exterior por meio de contas CC-5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.